Rosier Alexandre fica a 63 metros do cume do McKinley

Ainda não foi dessa vez que o montanhista cearense Rosier Alexandre conseguiu chegar ao cume da montanha mais fria do planeta, o monte McKinley, no Alaska. Na madrugada da segunda-feira, 21 de Junho, Rosier e mais 4 brasileiros que tentavam o cume tiveram que desistir, a apenas 63 metros do ponto mais alto da montanha.

A decisão de desistir do ataque ao cume se deu devido às baixas temperaturas, ao vento constante e à grande quantidade de neve acumulada. A expedição já havia ficado 2 dias presa no acampamento devido à uma nevasca ininterrupta, que acumulou mais de 1 metro e meio de neve. Várias outras expedições desistiram do cume, confirmando a baixa taxa de sucesso prevista pelos “rangers” do parque para essa temporada.

Essa foi a primeira tentativa de escalar o monte Mckinley por parte de Rosier, e faz parte do projeto do montanhista de conquistar os 7 cumes do mundo, as maiores montanhas de cada continente. Ele já conquistou uma dessas montanhas, o Aconcágua, na América do Sul e ainda pretende escalar o maior ícone do montanhismo mundial, o monte Everest.

Facebook Comments