Resenha: The Impossible Climb

De todos os episódios da série First Ascent, Impossible Climb é com certeza o menos “inédito”. Praticamente todas as cenas apresentadas durante o episódio já fizeram parte de alguma outra produção da Sender Films ou da Big Up. Mas isso quer dizer que o episódio é dispensável? De maneira alguma. Apesar de quase tudo que está ali não ser novidade pra maioria dos escaladores viciados em filmes (eu incluso) a história é contada de uma outra forma.

Nesse episódio, mais do que em qualquer outro da série, pode-se notar claramente a diferença de abordagem no tema. Por ser uma produção para a televisão americana, o público agora é outro, o que faz com que o ritmo da narrativa seja completamente diferente, mais comedido e diria até um pouco mais didático.

Um dos detalhes que se destacam e que mostram bem essa diferença na abordagem, fica por conta da trilha sonora, que deixa de lado o estilo adotado em filmes como Progression, de enaltecer os momentos de escalada com uma música eletrizante. Agora a trilha é contida e aparece de forma mais sutil, para destacar momentos diferentes da história. O foco agora é mais o escalador, do que a escalada em si.

Vendo desse modo, o episódio consegue transmitir muito bem a idéia central da história: Chris Sharma o melhor escalador do mundo tentando a via mais difícil do mundo. Isso é conseguido através de alguns trechos a mais de depoimentos, que criam uma idéia maior da dificuldade que foi encadenar o projeto em Clark Moutain. Acompanhamos um pouco mais da história de Chris na Espanha, falando um pouco mais da cena da escalada esportiva no local. Entramos um pouco mais na relação dele com Daila Ojeda, que ganha um pouco mais de tempo de tela no episódio, e conseguimos enxergar Chris Sharma mais como uma pessoa comum, apesar dos feitos incríveis que está a tentar.

Apesar de não ter muitas novidades em termos de cenas, The Impossible Climb ainda é um ótimo episódio da série, onde algo que só criaria interesse em malucos por escalada consegue ser transmitido de forma interessante para quem não é iniciado no esporte.

Facebook Comments