Escalada e inclusão social

Não há dúvidas de que a escalada é um esporte com uma capacidade transformadora incrível. Os benefícios, não só físicos, mas como psicológicos, comportamentais, e até mesmo espirituais, são incontestáveis. Contudo, mesmo com esse potencial para transformar pessoas, a escalada aqui no Brasil ainda é pouco difundida e consequentemente pouco utilizada como meio de inclusão social. Então não é de se espantar que uma grande idéia, como um projeto social utilizando a escalada, viesse de fora.

É o caso do projeto colaborativo de escalada, do escalador americano Asa Firestone, que recebeu recentemente o incentivo do fundo Zack Martin Breaking Barriers do American Alpine Club, para tocar seu projeto de inclusão social na favela da Rocinha no Rio de Janeiro. A idéia do projeto, em parceria com o Clube de Escalada da Rocinha, é levar a escalada para as crianças, adolescentes e jovens adultos da região, construindo um muro de escalada e aproveitando do grande potencial do Morro Dois Irmãos, localizado vizinho à favela. Uma bela idéia para a cidade do Rio de Janeiro, utilizando o grande potencial da cidade para o esporte.

Mais informações em:

http://asafirestone.wordpress.com
http://www.climbing.com

Facebook Comments