Diário de treino X

E ai galera, já faz tanto tempo que eu não escrevo um diário de treinos que eu até já perdi a conta de quantos eu tinha escrito, mas acho que esse seria o décimo diário mesmo. Bem, eu terminei aquele ciclo anterior de treinamento e devia ter voltado para um novo ciclo, incrementando a intensidade de tudo, mas acabou que eu mudei meus planos.

O primeiro motivo pra eu ter mudado os planos foi realmente a falta de motivação. É difícil ser atleta e treinador ao mesmo tempo. Às vezes é bom ter alguém puxando o treino, incentivando ou mesmo brigando com você porque você tá dando mole. Mas isso é algo que dá pra ser trabalhado.

O segundo motivo, foi porque eu coloquei na cabeça que ia participar do Campeonato Brasileiro de Boulder no Rio de Janeiro, durante a primeira Semana Brasileira de Montanhismo. Então eu pensei em mudar o foco do treino e assim sendo, mudar também o treinamento em si. Eu queria limar um pouco da parte de resistência e focar mais na potência (que é com certeza um dos meus pontos fracos) e na força. Mas a verdade é que eu ainda não consegui formatar um treino pra isso, tenho basicamente treinado fazendo boulders mais fortes (V3, V4, V5) o que eu acho que tem dado algum resultado, já que os dias pós-treino tem vindo acompanhados daquela característica sensação de músculos bastantes solicitados. Mas ainda preciso complementar isso, incluindo alguns exercícios específicos para explosão (montê e campus), voltar aos treinos de força de dedo no finger, retomar os de “power endurance” e pensar em algo pra treinar blocada. Algo que eu estou pensando em colocar no dia-a-dia dos treinos também, é uma invenção caseira do Alex, parceiro de treinos. Ele improvisou um peso amarrado num cabo de vassoura, que você vai enrolando e subindo o peso. Negócio é realmente “bombante”. Depois de uma subida e uma descida desse peso meus antebraços já estão queimando. Se for com os braços estendidos então, o negócio vai até o ombro. Muito bom, mas precisamos modernizar o aparelho. rs

Quanto ao Campeonato Brasileiro, eu já estou inscrito na categoria amador Adulto B (é, eu já passei dos 30), e agora tenho exato um mês pra tentar colocar em prática um treino mais focado e ver o que eu consigo fazer num campeonato como o Brasileiro. Mas antes do Brasileiro, eu vou encarar uma outra competição, a Copa RN de boulder, em Natal. Eu já havia sido convidado umas 3 vezes antes, e nunca dava certo de ir, mas esse ano, com a expectativa do Brasileiro, acabei me empolgando mais e vou participar.

A competição acontece nesse sábado no CT Pium e vai ser em modo festival. Acho que os boulders da Copa devem ficar no mesmo nível dos boulders do Amador no Brasileiro, então vai ser um bom treino pra trabalhar com o psicológico, a ansiedade, lidar com o tempo de cada boulder, usar o regulamento a meu favor, etc. Não vou com muitas pretensões pra essa competição, já que os 2 primeiros lugares, pelo menos, estão garantidos. Então vou mais pra me divertir e me habituar a experiência de competir. Vou aproveitar a competição também para testar uma “transmissão” on-line do evento, via Facebook e Twitter, que pretendo também utilizar no Brasileiro. Fiquem atentos então no sábado a partir das 13hs. Pra galera que for do Nordeste e ainda estiver afim de participar da Copa RN, as inscrições podem ser feitas até o dia da competição.

Facebook Comments