Caio Gomes faz primeira repetição de V11 em Itacoatiara

Depois da última etapa do Campeonato Brasileiro de Boulder, onde conseguiu sua melhor colocação na temporada, o escalador niteroiense Caio Gomes  não perdeu tempo e voltou pra casa com tudo. Logo no primeiro final de semana ele retornou para o pico local da Pracinha de Itacoatiara e carimbou a primeira repetição de um antigo projeto, o boulder Gelo Baiano V11, escalado pela primeira vez pelo escalador Miguel (Esteban) Osório. O boulder fica no mesmo bloco de um clássico da Pracinha, o Rising From The Vala V4 , e é praticamente a linha de outro boulder ao contrário, o Adobe V10, também já encadenado por Caio Gomes.

Fazendo umas contas rápidas aqui, cheguei na conclusão que a Pracinha deve ser o pico brasileiro de boulder com a maior concentração de “V-dois-dígitos” em termos percentuais. Segundo números passados pelo próprio Caio, são cerca de 60 boulders na Pracinha, e desses, 9 são acima de V10, com cadena, e mais 6 são projetos na mesma faixa de graduação. Isso daria algo em torno de 15%  contando apenas com os boulders encadenados, e 25% se contarmos com os projetos. Quantos boulders dessa graduação teria que ter em picos como Cocalzinho ou Conceição do Mato Dentro pra ter a mesma média?

Enquanto vocês fazem as contas ai, eu deixo com vocês o vídeo da cadena!

Facebook Comments