Boulder e Velocidade de volta ao projeto olímpico da escalada

O IFSC anunciou que reviu o seu projeto olímpico para a escalada, e as modalidades de boulder e velocidade estão de volta. Já havia sido anunciado anteriormente que o IFSC iria levar à frente somente a modalidade de dificuldade para o seu projeto olímpico de 2020, mas por recomendação da comissão técnica do COI que avaliou o Campeonato Mundial de Escalada realizado ano passado em Paris, as duas outras modalidades retornaram e foram anunciadas durante reunião do IFSC em Shangai.

Reunião do IFSC em Shangai adicionou o boulder e a velocidade ao projeto olímpico da escalada.

O projeto olímpico de escalada o IFSC, que compete com mais sete esportes (Skate/Patins, Wushu, Wakeboard, Baseball/Sofball, Karate, Squash e Luta-Livre), agora vai ser apresentado mais uma vez para o COI em um encontro que acontece em São Petesburgo no final de Maio, onde apenas três esportes devem continuar na lista de candidatos a esporte olímpico em 2020, que deve ser decidido em setembro na reunião final do COI em Buenos Aires.

O presidente do Conselho Britânico de Montanhismo, Dave Turnbull, acredita que a inclusão das duas outras modalidades pode ser justamente o empurrão que o projeto olímpico da escalada necessitava para garantir um lugar entre os três esportes que farão parte da lista oficial no final de maio.

Dedos cruzados, galera!

Fonte: Inside the games

 

Facebook Comments