Federação Chilena deixa de pagar o IFSC

Tomás Ravanal pode ficar de fora da Copa do Mundo de Dificuldade
Tomás Ravanal pode ficar de fora da Copa do Mundo de Dificuldade

É, parece que não é só o Brasil que padece do mal de não pagar a filiação ao IFSC e ter seus atletas impedidos de participar de competições internacionais.

O site chileno Chile Climbers, noticiou que a Federação de Andinismo do Chile não pagou, mais uma vez, a anuidade da filiação junto ao IFSC, e está impedida de enviar atletas para as competições internacionais esse ano. O maior prejudicado, segundo o site, acabou sendo o escalador Tomas Ravanal, que desde 2010 vem participando do circuito internacional e nos últimos anos tem conseguido bons resultados, passando para as semifinais em copas do mundo de dificuldade e culminando com um ótimo 17º lugar em Purrs, na Bélgica.

Para esse ano, Tomás já havia, por conta própria, levantado o dinheiro para mais uma vez competir na Copa do Mundo, e notícia “joga um balde de água fria” no trabalho realizado pelo escalador até agora. Mas segundo o site, a coisa já se mostrava a caminho, quando o IFSC informou que não poderia inscrever Tomás na etapa da Copa do Mundo de Boulder em Vail, nos Estados Unidos, que fazia parte do treinamento do atleta.

A notícia cita também o caso brasileiro, onde a CBME resolveu se desfiliar do IFSC, após anos de dificuldades para cobrir as taxas,  e quase fez com que atletas como Thais Makino, Cesar Grosso e Raphael Nishimura, ficassem de fora das competições esse ano. O site também destaca a alternativa brasileira de outra entidade se filiar ao IFSC e representar os atletas junto à federação internacional, fato que já tomou corpo com a criação da ABEE, Associação Brasileira de Escalada Esportiva, que já é filiada ao IFSC e garantiu a participação dos atletas esse ano.

Esperamos que os atletas chilenos consigam contornar a situação para esse ano, e possam competir, e quem sabe, tenham a oportunidade de se organizar em uma nova entidade, liderada pelos atletas, como no caso brasileiro.

Fonte: Chile Climbers

Facebook Comments