Shauna Coxsey garante o título antecipado da Copa do Mundo de Boulder

Depois de alguns anos batendo na trave, finalmente a inglesa Shauna Coxsey pode comemorar o seu primeiro título da Copa do Mundo de Boulder. A escaladora garantiu o título antecipado ontem, durante a penúltima etapa do circuito, que aconteceu em Vail no Colorado.

A grande adversária de Shauna na corrida pelo título era a japonesa Miho Nonaka, que chegou em Vail com mais de 100 pontos atrás da inglesa. Com essa vantagem, bastava a Shauna terminar a etapa à frente de Miho que isso garantiria o título.

Shauna Coxsey em um dos bolders da semifinal em Vail
Shauna Coxsey em um dos bolders da semifinal em Vail

Mas por muito pouco Shauna não deixa escapar a chance. Ela se classificou para a final apenas no último boulder, fazendo exatamente o número de tentativas necessárias para ficar com a sexta colocação. Na final, no entanto, Shauna foi muito bem, e ficou atrás apenas da americana Megan Mascarenas, de 18 anos. Miho acabou terminando em quinto lugar, atrás de Anna Stöhr e Melissa Le Neve.

Entre os  homens a corrida pelo título continua embolada. Após a vitória em Vail, Kokoro Fuji voltou à primeira colocação no ranking, que agora tem nos 3 primeiros lugares exatamente o podium de Vail, com Tomoa Narasaki em segundo e Alexey Rubtsov em terceiro. Apenas 62 pontos separam Fuji e Rubtsov, e para saber as chances de cada um só fazendo contas.

Para Kokoro Fuji a situação é mais tranquila. Basta terminar à frente dos seus oponentes em Munique, independente de posição, que ele se sagra campeão da Copa do Mundo de Boulder 2016. Tomoa Norasaki só garante o título sem depender de nenhuma colocação caso vença em Munique. Se terminar até 3º, basta que Fuji não fiquei à sua frente. Se terminar em 4º, Fuji não pode passar de 7º, e se terminar em 5º ou 6º, Fuji não pode passar de 9º. Para Alexey Rubtsov as coisas são bem complicadas. Para ser campeão o russo precisa vencer e torcer para Fuji não passar do 9º e Narasaki não passar do 6º. Se terminar em segundo, ainda há uma pequena chance, mas só se Fuji não for mais do que o 18º e Narasaki o 12º.

Com certeza teremos uma grande disputa pelo título masculino, mas vamos ter que esperar até Agosto para conferir a última etapa em Munique.

Copa do Mundo de Boulder – Vail

Masculino

  1. Kokoro Fuji (JAP)
  2. Tomoa Narasaki (JAP)
  3. Alexey Rubtson (RUS)
  4. Yoshiyuki Ogata (JAP)
  5. Rustam Gelmanov (RUS)
  6. Sean McColl (CAN)

Feminino 

  1. Megan Mascarenas (EUA)
  2. Shauna Coxsey (ING)
  3. Anna Stöhr (AUS)
  4. Melissa Le Neve (FRA)
  5. Miho Nonaka (JAP)
  6. Alex Puccio (EUA)

Confira abaixo o replay da final, e para o resultado completo, acesse o site o IFSC.

Facebook Comments