Coronavirus já afeta o calendário de competições de escalada

O avanço do coronavírus (covid-19) pelo mundo atingiu o nível de pandemia e vários eventos está sendo adiados ou cancelados. Eventos nas principais ligas americanas já foram cancelados, a Comenbol já anunciou a paralisação da Libertadores, e os adiamentos e cancelamentos já atingiram também o calendário de competições de escalada, incluindo o principal evento de Boulder da américa do sul.

Europeu, Asiático e etapas da Copa do Mundo adiadas

O IFSC já havia anunciado que o Campeonato Asiático de Escalada, qualificatório para os Jogos Olímpicos, seria adiado, ainda sem data para acontecer, existindo até mesmo um “plano b” para distribuir as vagas caso o campeonato não venha a acontecer. Duas etapas da Copa do Mundo na China, marco 0 do coronavirus, também já haviam sido adiadas (Wujiang e Chongqing). Mas recentemente a federação anunciou também o adiamento de outras datas do calendário internacional, incluindo o Campeonato Europeu, que aconteceria no próximo final de semana em Moscou na Rússia, a primeira etapa da Copa do Mundo de Boulder em Meiringen, no começo de abril, e a Copa do Mundo de Seoul. O Europeu já tem uma nova data no começo de Junho, mas as duas Copas do Mundo foram adiadas para setembro ou outubro.

Além destes eventos todas as etapas da Copa da Europa de Escalada e a Copa Juvenil Europeia que deveriam acontecer em Abril e Maio foram canceladas, com novas datas ainda sendo estudadas pelos organizadores locais.

Master de Boulder do Chile cancelado

A onda de adiamentos e cancelamentos chegou também nos eventos da américa do sul. O tradicional Master de Boulder do Chile, que aconteceria daqui uma semana, foi anunciado como cancelado ontem, ainda sem data para acontecer.

Era esperada uma grande presença de brasileiros nessa edição do Master, além dos já tradicionais convidados internacionais. As informações extra oficiais são de que provavelmente o evento seja remarcado para o segundo semestre.

No Brasil, os eventos do Campeonato Brasileiro marcados para Abril e Maio ainda continuam sem alterações até o momento.

Facebook Comments