Estudo indica que magnésio pode inativar o coronavírus

Boas notícias para os ginásios de escalada ao redor do mundo! Um estudo encomendando pela Associação Britânica de Ginásios de Escalada (ABC) trouxe como resultado a indicação de que o magnésio utilizado na escalada tem o poder de inativar o coronavírus.

O estudo foi encomendado para a De Montfort University, e liderado pela Dra. Katie Lard (Chefe do Grupo de Pesquisas de Doenças Infecciosas), Dr Maitreyi Shivkumar (Virologista) e Dra Lucy Owen (Pesquisadora de Pós Doutorado). O time aceitou o desafio e sabendo se tratar de uma pesquisa inovadora, precisou de algum tempo para preparar os protocolos de teste.

Um coronavírus modelo do SARS-CoV-2, o coronavirus humano OC43, foi usado nos experimentos. A presença de vírus com potencial de infecção em superfícies de plástico foi monitorado durante uma hora. O resultados indicam que o total de vírus infectantes reduziu em cerca de 99% imediatamente após contato com superfícies impregnadas com magnésio. No grupo de controle, em superfícies sem magnésio, mostrou apenas uma discreta redução na carga de vírus infectante.

O diretor da ABC Rich Emerson comentou que “Este é um resultado que nos ajuda bastante e sugere que o magnésio materialmente reduz o risco de infecção e espalhamaento da Covid-19. Esperamos que isto possa trazer uma certa tranquilidade para os nossos clientes durante seu retorno aos ginásios de escalada.” Ele aponta, contudo, que os resultados não devem interferir nos demais protocolos de segurança já implementados, e que este se torna um fator extra, tranquilizando quanto ao medo das agarras de escalada serem vetores de contaminação pelo vírus.

O resultados completos devem sair no início de agosto e a esperança é de que outros estudos semelhantes possam ser desenvolvidos em nível mundial, trazendo impactos positivos para os esportes que dependem de magnésio.

Fonte: ABC Walls

Facebook Comments