Lesões na escalada II

Continuando com os posts sobre lesões na escalada, agora eu traduzo para os interessados as dicas sobre a famosa e temida tendinite. Pra quem estiver com o inglês em dia, pode ler outras lesões no site Kinescalade.

Tendinite dos flexores dos dedos

Definição

A palavra tendinite se refere ao processo inflamatório da estrutura tendinosa. Hoje em dia, é sabido que esse termo é erroneamente usado para descrever a tendinose, que é uma condição degenerativa com micro-rupturas no tendão. Nesse caso, o processo inflamatório é apenas uma das consequencias.

No caso dos dedos, os flexores dos tendões têm que suportar uma grande pressão que pode causar micro-rupturas.

Geralmente, é feita uma distinção entre os diversos estágios de condição tendinosa. São eles:

1) dor durante o aquecimento que desaparece depois de aquecido.

2) a dor persiste depois de aquecido e também durante repouso.

A tendinite fica evidente quando a dor é sentida durante apalpação, contração ou alongamento.

Mecanismo da lesão

Os tendões se desgastam como uma corda exposta a tensões e altas fricções. Quanto maior a tensão e fricção, maior o desgaste.

Regletes (fig. 1) favorecem fricção nas polias e causam tensão nas partes situadas na região convexa da curva do tendão (fig. 2).

O impacto causado nos tendões pela recepção de um dinâmico (movimento dinâmico) são provavelmente a principal causa dessa condição.

O fenômeno é aumentado quando se regleta a agarra alvo. Novamente, é preciso levar em consideração que a repetição do movimento é realmente danosa às estruturas.

Prevenção

Use agarras de pega aberta o máximo possível. Posicione seus pés corretamente liberando assim tensão dos tendões.

Tire um dia de descanso entre sessões de treino de força máxima para os dedos. O ciclo de treinamento de força não pode exceder as 3 semanas. Não exceda 3 sessões de treino de força por semana. Lembre-se de variar o seu lazer; resistência e continuidade também são importantes, até em boulders!

Tome nota que o treinamento dos músculos dos dedos acontece somente em pegas abertas.

Não esqueça de aquecer e de se alongar. (fig.3)

Tratamento

Aplique gelo assim que os sintomas aparecerem, depois de cada sessão, tomando um banho ou massageando com cubos e aplique gel anti-inflamatório após a aplicação de gelo. (atente para as orientações do fabricante).

Faça exercícios de alongamento antes do esforço (alongamento ativo) e depois do esforço (alongamento passivo) e reduza a intensidade dos treinamentos de dedo.

Se a dor persistir depois do aquecimento, não continue treinando e procure um médico. (não use infiltrações)

Fonte: Kinescalade

Facebook Comments