ABEE abre inscrições para o Brasileiro de Dificuldade

23
Oct

Depois de realizar, em etapa única, o Brasileiro de Boulder, que aconteceu no começo do mês em Brasília, a ABEE abriu ontem as inscrições para a etapa única do Campeonato Brasileiro de Boulder 2014. A competição vai acontecer no dia 29 de Novembro, no ginásio Casa de Pedra, em São Paulo.

Assim como foi em Brasília, mais uma vez os atletas estarão divididos nas categorias Pro e Amador, com o Juvenil e Junior fazendo parte do Pro e o Sênior do Amador. A novidade na competição vai ser a adição da categoria Paraclimbing. A disputa vai se dar em duas vias classificatórias, todas guiadas (exceto para o Paraclimbing), com final para as categorias Pro.

Para saber mais detalhes da competição e efetuar a sua inscrição, acesse o site da ABEE.

 

Postado por admin em : competições, Escalada Esportiva

Felipe Camargo e Camila Macedo vencem o Brasileiro de Boulder 2014

7
Oct

Depois de um ano sem competições nacionais oficiais, a ABEE (Associação Brasileira de Escalada Esportiva) surgiu para tentar fechar essa lacuna e voltar a organizar as competições de forma regular e sustentável. Esse final de semana foi o primeiro “teste” da associação organizando uma competição, o primeiro Brasileiro de Boulder, que rolou no ginásio UBT Escalada em Brasília. E tenho que dizer, apesar de ser suspeito, que o primeiro teste foi vencido com êxito. Mesmo com pequenas falhas aqui e ali, o evento foi um sucesso e os atletas que compareceram abraçaram a competição e transformaram o Brasileiro de Boulder 2014 numa grande festa e um belo espetáculo.

A competição teve o formato festival para a classificatória da categoria Pro, com final de 6 atletas, e somente festival para a categoria Amador. A presença dos atletas foi massiva e cada festival contou com cerca de 50 escaladores. O festival pro rolou de manhã, com todos os mais fortes escaladores participando e buscando um lugar na final, e no começo da tarde rolou o festival amador, do qual participei, que teve um clima mais descontraído, sem fiscais, mas que funcionou bem. Foram 3 horas de muita escalada para cada festival, com belos momentos em ambos e todos escalando ao máximo os 35 boulders criados pelos route setters André Berezoski e Marcelo Balesteros.

Festival bastante movimentado no Pro e no Amador (Foto: Pedra Viva)

Desses festivais acabaram sendo definidos os campeões Junior, Juvenil, Amador e Sênior. No Junior, o grande campeão foi o brasiliense Rodrigo Cesar, que escalou muito e garantiu o primeiro lugar a frente de Yan Kalapothakis e Ian Padilha. No juvenil, o grande campeão foi o paulista Felipe Ho, que por pouco não conseguiu um lugar na final Pro, caso não tivesse esquecido de juntar as mãos no domínio de um dos boulders do festival, o que o deixou em 7º lugar na classificação geral. Em segundo no juvenil ficou o paranaense Matheus  Buschle e em terceiro o paulista Vitor Miyazaki.

Felipe Ho, campeão juvenil e por pouco não entra nas finais. (Foto: Pedra Viva)

No Amador, os representantes do Distrito Federal marcaram presença no podium. No Masculino, quem ficou com o título foi o brasiliense Daniel Carneiro, com o também brasiliense Davi Fantino em segundo e o paulista Renato Salgado em terceiro. No feminino a campeã foi a brasiliense Juliana Nunes, com a mineira Thalita Barbosa em segundo, e a também brasiliense Carol Machado em terceiro. No sênior feminino, a única competidora e campeã foi a paulista Mieko Shraiwa, já no masculino tivemos podium completo, com o brasiliense Sérgio de Brito em primeiro, o paulista Goro Shiraiwa em segundo e o mineiro Haroldo Diniz em terceiro.

A noite rolou a grande final, com 3 boulders para o masculino e 3 para o feminino, que escalaram simultaneamente e o que deixou tudo mais dinâmico e bonito de assistir. O público compareceu em peso, lotando cada pequeno espaço sobrando do ginásio. Estava bonito de ver!

Ginásio lotado nas finais!

Ginásio lotado nas finais! (Foto: UBT Escalada)

Além dos nomes já esperados nas finais, como Felipe Camargo, Pedro Raphael, Thais Makino, Camila Macedo, também teve espaço para gente nova chegar e disputar a final, mostrando uma boa renovação no cenário competitivo nacional. Foi o caso dos escaladores Jonas Leffeck, de Campo Alegre, e Guilherme Costa de Goiânia, que completaram os finalistas masculinos com Rafael Passos e Gustavo Fontes. No feminino tivemos a surpreendente Glauce Ibraim do Rio de Janeiro, que em 2012 disputou o amador, e esse ano já figurou entre as grandes do Brasil, formando a final junto com Maira Vilas Boas, Patrícia Antures e Mara Imbellone.

Camila Macedo no primeiro boulder da final

Camila Macedo no primeiro boulder da final

A final feminina viu todas as atletas fazerem top flash em todos os boulders, deixando no ar a possibilidade de que ou os route setters subestimaram o nível feminino, ou a mulherada subiu muito o nível nos últimos dois anos. Aposto mais na segunda opção. No final das contas, com todas fazendo top flash, o resultado ficou sendo o do festival, que teve a paranaense Camila Macedo em primeiro, Patricia Antunes em segundo e Thais Makino em terceiro.

Felipe Camargo fazendo o top do último boulder da final. (Foto: UBT Escalada)

Felipe Camargo fazendo o top do último boulder da final. (Foto: UBT Escalada)

Já a final masculina teve todos os ingredientes de uma grande final. O primeiro boulder foi encadenado por todos. Já o segundo foi um problemão, e viu quase todas as tentativas fracassarem, exceto a de Felipe Camargo, que conseguiu o top flash. No último boulder, o brasiliense Pedro Raphael ainda conseguiu a cadena, mas já era tarde. Felipe já havia garantido o título por ter sido o único com dois tops flash. Mas ainda assim, ele mais uma vez mostrou porque tem ganhado tantos títulos, e também fez top flash, encerrando com 100% de aproveitamento a final e garantindo primeiro título brasileiro pela ABEE.

Foi um dia intenso, de uma energia incrível em Brasília, e que mostrou que ainda deve vir muita coisa boa no cenário de competições nacionais. Fica aqui os parabéns à ABEE e sua diretoria, que acreditaram que um recomeço era possível, e tiveram a coragem de dar a cara a tapa e fazer acontecer uma competição desse nível. Que venha agora o Campeonato Brasileiro de Dificuldade 2014, em São Paulo, na Casa de Pedra, dia 29 de Novembro!

Campeonato Brasileiro de Boulder 2014

Pro Masculino

1. Felipe Camargo (SP)

2. Pedro Raphael Medeiros (DF)

3. Raphael Passos (DF)

4. Jonas Leffeck (SC)

5. Guilherme Cesar (GO)

6. Gustavo Fontes (MG)

Pro Feminino

1. Camila Macedo (PR)

2. Patricia Antunes (MG)

3. Thais Makino (SP)

4. Glauce Ibraim (RJ)

5. Mara Imbellone (MG)

6. Maira Vilas Boas (MG)

Junior Masculino

1. Rodrigo Cesar (DF)

2. Yan Kalapothakis (MG)

3. Ian Padilha (PR)

4. Lucas Groenner (MG)

5. Ikan Maia (CE)

Juvenil Masculino

1. Felipe Ho (SP)

2. Matheus Buschle (PR)

3. Vitor Miyazaki (SP)

4. Alex Mendes (MG)

5. Emanuel Siqueira (MG)

Amador Masculino

1. Daniel Carneiro (DF)

2. Davi Fantino da Silva (DF)

3. Renato Salgado (SP)

4. André Carvalho (SP)

5. Gabriel de Oliveira (DF)

Amador Feminino

1. Juliana Nunes (DF)

2. Thalita Barbosa (SP)

3. Carol Machado (DF)

4. Andreia Farias (SP)

5. Janine Falcao (PB)

Sênior Masculino

1. Sérgio de Brito Lima (SP)

2. Goro Shiraiwa (SP)

3. Haroldo Diniz (MG)

4. João Pereira (GO)

Sênior Feminino

1. Mieko Shiraiwa (SP)

 

 

Postado por admin em : Boulder, competições, Escalada Esportiva

Jain Kim e Adam Ondra vencem em dia histórico em Gijon

15
Sep

Ontem a cidade espanhola de Gijon testemunhou um dia histórico. Em uma final emocionante a coreana Jain Kim conquistou o título mundial pela primeira vez com um merecido top na via final, e Adam Ondra garantiu a vitória e bateu mais um recorde, ao se tornar campeão mundial de Boulder e Dificuldade no mesmo ano.

As finais aconteceram nesse domingo e foram absolutamente emocionantes. Ambas as vias começavam bastante técnicas e na segunda metade se transformavam num verdadeiro teste de resistência para os escaladores.

No lado feminino, os olhos se voltavam obviamente para a coreana Jain Kim, campeã da Copa do Mundo de Dificuldade de 2013, e atual primeira do ranking. Em 2012 Kim ficou em segundo lugar, ao perder para a austríaca Angela Eiter, e dessa vez tinha que disputar contra sua principal concorrente da Copa do Mundo, a eslovena Mina Markovic. Kim que  havia passado para a final em primero seria a última a escalar, e do isolamento deve ter imaginado que nenhuma das suas concorrentes havia conseguido chegar ao final da via. As que haviam chegado mais alto eram justamente Mina Markovic, e a austriaca Magdalena Rock, que alcançaram a agarra 47.

Jain Kim entrou precisando apenas igualar as duas para ser campeã, mas em vez disso a coreana mostrou toda a sua técnica e resistência ao cruzar as várias sequências de boulder da segunda metade, mantendo-se ainda com energia suficiente para clipar a última costura. Depois de se manter concentrada durante toda a via, Jain desabou num choro de emoção enquanto era descida pelo assegurador. Uma emoção genuína de quem já havia passado próximo de um título mundial, e que dessa vez não deixou margens para dúvidas, com um merecido top na final.

Emoção de Jain Kim no top da via final!

Emoção de Jain Kim no top da via final! (Foto: Dario Rodriguez/Desnivel)

No lado masculino, Adam Ondra chegava na final empatado com o espanhol Ramon Julian, que também havia conseguido o top na semifinal. Ambos buscavam desesperadamente a vitória. Ondra para estabelecer um novo recorde e se tornar a primeira pessoa a ganhar tanto o Campeonato Mundial de Boulder quanto o de Dificuldade no mesmo ano, e Ramon para se recuperar de frustrantes resultados de temporadas anteriores, depois de ter se sagrado campeão do Arco Rock Master em 2012. Ondra escalava primeiro, e teria que aguardar Ramon fazer sua tentativa para confirmar o título. Ondra escalou muito bem, mostrando porque é o escalador mais forte da atualidade. Descansando nos pontos mais improváveis da via, ele chegou muito próximo do top, ao dominar a anti-penúltima agarra.

Adam Ondra comemorando o top na semifinal (Foto: Dario Rodriguez/Desnivel)

Adam Ondra comemorando o top na semifinal (Foto: Dario Rodriguez/Desnivel)

Chegou a vez de Ramon escalar, e o escalador mais baixo da disputa não se intimidou com a via, seguindo forte e sem hesitações até o final. Ramonet dominou a mesma agarra de Ondra, mas um escorregão do calcanhar o tirou da parede, impedindo que ele fizesse o próximo mov que lhe daria o título. Realmente uma pena para Ramon, mas um momento histórico para a escalada, que tem pela primeira vez o mesmo campeão no boulder e na dificuldade!

Com esse resultado Ondra só confirma ainda mais, no auge dos seus 21 anos de idade, que vai ficar conhecido por gerações a fio, como o melhor escalador de rocha que já surgiu, com desempenho igualmente alto tanto rocha quanto nas competições.

O calendário de competições continua com a Copa do Mundo de Dificuldade, com ainda mais quatro etapas até o final, e esse final de semana com o Campeonato Mundial Juvenil, nas modalidades velocidade e dificuldade.

Campeonato Mundial de Escalada 2014 – Dificuldade

Masculino

1. Adam Ondra (CZE)

2. Ramon Julian (ESP

3. Sachi Ama (JAP)

Feminino

1. Jain Kim (COR)

2. Mina Markovic (ESL)

3. Magdalena Röck (AUT)

Para o resultado completo, acesse o site do IFSC. E caso você tenha perdido as finais, acompanhe no vídeo abaixo como foi a disputa.

Postado por admin em : competições, Escalada Esportiva, Uncategorized

RedBull promove competição de escalada na Avenida Paulista

11
Sep

Quem estiver passando pela Avenida Paulista no dia 20 de Setembro por volta das 14h vai se deparar com uma competição inusitada. Trata-se do RedBull Selva de Pedra, um evento que vai levar alguns dos melhores escaladores brasileiros para uma disputa na fachada do Edifício Gazeta!

A competição vai fazer parte da Virada Esportiva e vai contar com 10 escaladores convidados, que vão se enfrentar em duas vias classificatórias, e os quatro melhores fazem a final. Os atletas convidados são bem conhecidos da comunidade escaladora nacional, e realmente estão entre os melhores do esporte no Brasil. São eles: André Berezoski, Felipe Camargo, Rafael Passos, Caio Gomes, Ian Padilha, Thiago Veloso, Matheus Veloso, Jean Ouriques, Juan Ouriques e Dione Capelari.

O site do evento não informa se vai haver qualquer tipo de transmissão ao vivo da competição, mas com certeza um vídeo deve ser produzido dessa “brincadeira”.  Quem estiver em São Paulo no dia, não vai dar pra perder!

Postado por admin em : competições, Escalada Esportiva

ABEE abre inscrições para Brasileiro de Boulder

27
Aug

A Associação Brasileira de Escalada Esportiva (ABEE), abriu hoje as inscrições para a etapa única do seu Campeonato Brasileiro de Boulder, que acontece no dia 04 de Outubro em Brasília, no ginásio UBT Escalada. A competição vai se dar, como em anos anteriores, no modelo festival com final para a categoria Pro, e tem duas categorias principais: Pro e Amador. Dentro da categoria Pro, que tem filiação obrigatória à entidade, vão ser rankeadas as categorias oficiais IFSC (Principal, Juvenil A, Juvenil B e Junior), que terão premiações independentes. Já a amador vai abrigar escaladores a partir de 14 anos, e vai gerar dois rankings: Amador e Senior. Dentro da competição vai acontecer também um festival infantil, para crianças até 13 anos.

A grande novidade da competição vai ser a oportunidade que todo competidor  da categoria Pro, independente de idade, vai ter de participar da final. Mesmo que o atleta seja rankeado dentro das categorias juvenis IFSC, ele ainda vai poder disputar a final caso consiga pontos suficientes para figurar entre os seis primeiros colocados no ranking geral. Isso abre espaço para escaladores como Yan Kalapothakis, Rafael Takahace, Felipe Ho, só para citar alguns, de se sagrarem campeões juvenis e ainda assim disputarem o título brasileiro de 2014, além de deixar tudo mais empolgante e disputado!

As inscrições podem ser feitas tanta pelo site da ABEE quanto pelo site da UBT Escalada, e tem valores diferenciados para associados ABEE e alunos UBT.

O nobre blogueiro que vos escreve vai estar lá, competindo e cobrindo a competição, e torcendo para que essa nova empreitada das competições no Brasil se firme e dê frutos!  Nos vemos lá!

Postado por admin em : Boulder, competições, notícias

Divulgada lista de locais onde treinar escalada no Brasil

26
Aug

Há algumas semanas rolou pela internet uma pesquisa interessante, que pedia que os escaladores informassem os locais para treinar escalada que eles conheciam, para assim tentar compilar uma ampla lista com todos (ou quase todos) os locais para se treinar escalada no Brasil. A iniciativa foi do escalador Alê Silva, proprietário da Casa de Pedra, que recebeu as informações e formatou a lista que foi divulgada recentemente.

Na lista há desde muros particulares, passando por muros comunitários e ginásios comerciais. A surpresa da lista final ficou por conta da grande quantidade de locais cadastrados (eu pelo menos achei), que somam um total de 84. A Fábrica de Monstrinhos, único local para treinar escalada em Fortaleza, aparece na lista, assim como a nossa “filial”, inaugurada a pouco tempo em Sorocaba, SP, que utilizou do mesmo modelo de “sucesso”.

Para conferir a lista completa, basta clicar no link.

Postado por admin em : notícias

Primeiro 10b para Bianca Castro

25
Aug

A escaladora carioca Bianca Castro se tornou esse final de semana a segunda mulher brasileira a encadenar uma via na graduação de 10b (8b fr; 5.13d us). A via em questão foi a Lágrimas de Sangue, na Falésia da Barrinha, no Rio de Janeiro. Esse foi o primeiro 10b de Bianca, e a primeira ascensão feminina da via.

Bianca Castro na Lágrimas de Sangue 10b

Bianca Castro na Lágrimas de Sangue 10b

O primeiro contato de Bianca com a via foi no começo do ano, mas as tentativas da cadena tiveram que aguardar até junho, devido ao grande calor que fazia no Rio. Sobre o processo, Bianca comentou: “Fiquei muito feliz por ter conseguido mandar a Lágrimas, especialmente pelo fato de que como malhei a via sozinha, todas as vezes que ia à Barrinha tenta-la, eu tinha que equipa-la, o que me proporcionava mais uma, no máximo duas tentativas por fim de semana. Isso acho que retardou um pouco a cadena, mas ao mesmo tempo me fazia decorar bem os movimentos.”

Bianca comentou que não esperava que a cadena fosse sair nesse final de semana, já que havia um tempo que não escalava na Rocha. “Nos últimos dois meses não pude escalar muito na rocha por diversos motivos, me concentrei em treinar bastante para a minha viagem a Red River Gorge, o que surtiu resultado na via.

Sobre a via, ela comentou: ”A Lágrimas de Sangue é uma linha linda, mas extremamente exigente, pois é necessário fazer muitos movimentos difíceis, intercalados com descanso bem ruins. Foi um grande aprendizado conseguir escalar este projeto!

A primeira brasileira a encadenar um 10b, foi a também carioca Luciana Di Franco, ao encadenar a via Vaca Louca, também na Barrinha em Janeiro desse ano.

Parabéns à Bianca por mais essa cadena, que confirma a evolução constante da escaladora nos últimos anos!

Postado por admin em : Escalada Esportiva, Uncategorized

Adam Ondra e Juliane Wurm são os novos campeões mundiais de Boulder

25
Aug

Esse final de semana aconteceu em Munique o Campeonato Mundial de Boulder. Esse ano as atenções se voltavam claramente para o atual campeão da Copa do Mundo, o alemão Jan Hojer, no lado masculino, e no lado feminino, com a ausência de Anna Stöhr da competição devido a uma lesão, a disputa ficou bem mais aberta.

Adam Ondra no posto mais alto do podium

Adam Ondra no posto mais alto do podium

A disputa final não poderia ter sido mais emocionante! No lado masculino, Adam Ondra e Jan Hojer começaram muito bem, mas Hojer mostrava estar com vontade de ficar com mais esse título, ao fazer os dois primeiros boulders em flash, exibindo sua força característica. Ondra mais uma vez cometeu erros bobos na saída de alguns boulders, o que lhe rendeu a perda de algumas tentativas, algo que poderia lhe complicar mais na frente. Dmitrii Sharafutdinov estava quase irreconhecível, conseguindo apenas um top, e ficando apenas na frente do japonês Tsukuru Hori, que não conseguiu nenhum top. Enquanto isso o esloveno Jernej Kruder corria por fora, e ia garantindo seus tops que lhe colocaram na disputa pelo primeiro lugar.

No último boulder, Kruder que estava com 2 tops apenas, conseguiu seu terceiro boulder, e ficou no aguardo de Ondra e Hojer. Caso os dois não conseguissem o top, Kruder seria campeão mundial. Ondra entrou em seguida, com a responsabilidade de fazer top, com o mínimo de tentativas possíveis. E mostrando porque é um dos melhores escaladores da atualidade, Ondra conseguiu o top na segunda tentativa, e colocou uma mão na taça. Agora Hojer tinha que fazer top em até quatro tentativas para ser campeão. Hojer entrou, parecia ter encontrado o beta, mas não conseguiu o top do boulder, que além de lhe custar o título, lhe custou também o segundo lugar, já que Jernej Kruder acabou com uma agarra bônus a mais. Com isso Adam Ondra se tornou pela primeira vez Campeão Mundial de Boulder, e pode vir a ser a primeira pessoa a ganhar tanto o Campeonato Mundial de Boulder quanto o de Dificuldade, caso saia vencedor daqui a menos de um mês em Gijon.

No lado feminino a disputa foi tão emocionante quanto. No primeiro boulder apenas Alex Puccio e Juliane Wurm conseguiram o top, e despontaram na frente, e tiveram apenas que manter o ritmo para manter a disputa entre as duas, já que as duas maiores adversárias, Shauna Coxsey e Akyo Noguchi simplesmente não encaixavam nos problemas, terminando a disputa com apenas um top cada. As outras duas finalistas, Melissa Le Neve e a inglesa Michaela Tracy, pela primeira vez em uma final, não conseguiram nenhum top. O terceiro boulder não viu top por nenhuma das escaladoras, o que deixou a disputa para o último problema. Puccio conseguiu o top do último problema com seis tentativas, e praticamente colocou a mão no título, já que o boulder era bastante difícil. Parecia que esse seria o ano de Puccio. Contudo, Juliane Wurm ainda tinha uma boa chance, tendo cinco tentativas para encadenar o problema, e ela conseguiu na quarta, ultrapassando Puccio por apenas uma tentativa e ficando com o título.

Juliane Wurm fica com o título de 2014

Juliane Wurm fica com o título de 2014

Campeonato Mundial de Boulder – Munique

Masculino

1. Adam Ondra (CZE)

2. Jernej Kruder (ESL)

3. Jan Hojer (ALE)

Feminino

1. Juliane Wurm (ALE)

2. Alex Puccio (EUA)

3. Akyo Noguchi (JAP)

Assista abaixo o replay da final e confira o resultado completo no site do IFSC.

Postado por admin em : Boulder, competições

Inscrições abertas para o Caiada Boulder & Night

19
Aug

Estão abertas as inscrições para o primeiro festival de boulder Caiada Boulder & Night, que acontece no dia 13 de Setembro na Serra Caiada, RN. O evento vai apresentar aos participantes as novas linhas abertas no Complexo da Ravina, que no total já somam mais de 70, de V0 a V10. O evento vai contar com desafios de boulder, DJ comandando a festa durante a noite, sorteio de brindes  e um guia impresso das linhas do setor onde o evento vai acontecer.

Para a galera do nordeste é a chance de participar de um evento de boulder, modalidade que ainda não tem muitos praticantes nem muitos picos desenvolvidos. Pra galera das outras regiões, é a chance de conhecer um pico de escalada nordestino que fica mais completo a cada ano, com vias longas, esportivas e agora boulders!

As inscrições podem ser feitas pelo site Na Ponta da Corda, e custam R$ 30!

Postado por admin em : Boulder, Evento

Felipe Camargo faz a primeira ascensão da Os Intocáveis 11a

18
Aug

No final de semana o escalador paulista Felipe Camargo fez a primeira ascensão da via Os Intocavéis, na Serra do Cipó sugerindo a graduação de 11a (8c fr). A via de 15 metros foi conquistada pelo escalador Alexandre Fei, e era mais um dos vários projetos fortes que ainda existem no pico mineiro esperando cadena. Felipe já fez vários outros FAs de projetos do Cipó, incluindo aí as fortes Premonição 11b, Comando Vermelho 11a/b e a Hooligans 10c/11a.

Felipe Camargo na Os Intocáveis 11a

Felipe Camargo na Os Intocáveis 11a

Felipe ainda fica na Serra do Cipó até quarta-feira onde está gravando material para uma série da EpicTV. Ele está acompanhado do escalador espanhol Patxi Usobiaga, que até onde fiquei sabendo, ficou deslumbrado com o Cipó e teria dito ser o local com uma das rochas de melhor qualidade onde já escalou.

Postado por admin em : Escalada Esportiva