A próxima geração II

Eu já escrevi aqui sobre a nova geração de escaladores, que cada vez mais jovens alcançam os graus mais altos de dificuldade da escalada mundial.

Adam Ondra surpreendeu o mundo aos 13 anos e hoje é um dos escaladores mais fortes do planeta, já somando 5 cadenas de vias no grau mais alto hoje existente, 12b (9b fr), e isso com apenas 18 anos.

Enzo Oddo, sobre quem mais falei no post anterior, já está mais do que firmado como um dos grandes, com ascensões marcantes, como a lendária Biographie 12a (9a+ fr) e a cadena do Highball Ambrosia, cotado incialmente em V14. Idade do moleque? 16 anos.

O italianinho Tito Claudio Traversa tem recebido bastante destaque no mundo da escalada, por ter escalado, com apenas 9 anos, o difícil grau de 10b ( 8b fr).  Se continuar no ritmo de evolução atual dele, Tito deve quebrar todos os recordes de idade de Adam Ondra!

Mas o incrível é que a cada dia que passa, novos nomes aparecem, com idades variando dos 8 aos 18. Fazendo uma rápida pesquisa na base de dados do 8a.nu, vemos a infinidade de crianças e adolescentes escalando forte mundo afora. Nomes como David e Ruben Firnenburg, irmãos alemães de 15 e 14 anos respectivamente, ambos escalando na faixa do 11º grau.

Stefano Carnati é outra grande promessa italiana. Com apenas 12 anos escalou seu primeiro 10b (8b fr). Mas o que mais impressiona em Carnati não é o grau atual, e sim a evolução do moleque. 18 meses atrás o grau mais forte de Carnati era um modesto 7a (6c fr).

Os Estados Unidos também tem o seu garoto prodígio, o pequeno Shawn Raboutou, de 13 anos, e já escalando 10c (8b+ fr). Mas também a família do garoto tem passado. Ele é filho da escaladora Robyn Erbesfield-Raboutou, campeã mundial de escalada por 4 vezes e terceira mulher no mundo a escalar um 10c! Ah, e ainda tem a irmã caçula de 10 anos dele, Brooke, que seguindo os passos do irmão e da mãe já escalou um 10b!

E o Brasil? Bem, o Brasil tinha Felipe Camargo, mas como ele já chegou nos 20 anos, não dá mais pra colocar ele nessa categoria né?

Contudo, o Brasil não parou no Felipinho e tem seus novos talentos. O paulista Rafael Takahace, de 15 anos, foi o destaque da seleção brasileira juvenil no mundial do ano passado em Edimburgo, escalou o V9 do boulder Ostras em coma, em Ubatuba, e tem na sua lista de vias vários 8bs à vista!

Outro moleque que promete, é o mineiro Yan Kalapothakis. Yan começou a escalar com 12 anos, e hoje com seus 15 anos recém completos já tem no currículo o título do campeonato inter-colegial 2010 na Escócia, o terceiro lugar na categoria amador do Brasileiro 2010, e já encadenou um 9a (7c fr) em via e V9 em boulder!

Sugiro fortemente, pra quem gosta de ver a evolução da escalada tanto quanto eu, que fiquem de olho nessa garotada, por que eles vão dar muito o que falar mais na frente!

Facebook Comments