Sean McColl e Claire Buhrfeind vencem o Psicobloc Masters 2014

Parede do Psicobloc Master em Park City
Parede do Psicobloc Master em Park City

Se tem uma competição de escalada que é realmente empolgante de assistir é o Psicobloc Masters, idealizado por Chris Sharma, e que esse ano teve a sua segunda edição em Park City, Utah. A brincadeira é bastante simples. Uma parede de escalada de uns 15 metros de altura, em cima de uma piscina, e duas vias idênticas. Quem chegar primeiro no topo, ou for mais alto, ganha. Simples assim. A competição acontece no modelo de baterias, começando com as oitavas e afunilando até a final. Quem ganha passa, quem perde fica de fora. Junte a isso um monte de estrelas da escalada do quilate de Daniel Woods, Paul Robinson, Alex Puccio, Ashima Shiraishi, Sasha DiGiulian, entre outros, e você tem talvez o evento de escalada mais bem sucedido da atualidade.

E esse ano, no meio de todas as estrelas, quem levou a melhor foram o canadense Sean McColl, participando pela primeira vez da competição, e a também novata Clair Buhrfeind, de apenas 16 anos.

Sean McColl chegou na competição como um dos favoritos, e mostrou realmente que não estava pra brincadeiras. Para quem não sabe, Sean é um dos poucos escaladores que compete em todas as três modalidades de escalada: boulder, dificuldade e velocidade; já tendo sido Campeão Mundial Geral em 2012. Sean teve sua primeira bateria contra o escalador americano Isaac Caldiero, conhecido por ter participado do programa American Ninja Warriors. Na segunda rodada Sean derrubou o campeão do ano passado Jimmy Webb, e seguiu para a semifinal contra ninguém menos que Chris Sharma. Sean passou por Chris sem tomar conhecimento e chegou na final contra Daniel Woods. A final foi muito disputada, e Sean parecia que ia perder o título, mas no sprint final, conseguiu a vitória.

No lado feminino, as grandes favoritas eram Sasha DiGiulian, Delaney Miller (campeã e vice campeã do ano passado) e obviamente, Alex Puccio. Mas quem levou mesmo a melhor foi a estreante Clair Buhrfeind, que veio comendo por fora e desbancou todas as favoritas. Na primeira rodada Claire desbancou a veterana Jacinda Hunter. Na segunda rodada enfrentou Michaela Kirsch, e começou a chamar a atenção. Na terceira rodada veio a prova de fogo: Alex Puccio. Numa disputa empolgante, Claire conseguiu a vitória por uma questão de segundos, com as duas escaladoras terminando a via. A final foi com Delaney Miller, e Claire soube usar bem sua vantagem inicial e escalou no ritmo que precisava, sempre com um olho em Delaney, garantindo assim a vitória.

Facebook Comments